segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Crisma começa no dia 16 março

O primeiro encontro da Crisma em 2011 será no dia 16 de março, primeira quarta-feira após o Carnaval. Por um erro no formulário on-line foi informado equivocadamente que o início seria no dia 3 de março. Pedimos desculpas.

Os inscritos devem comparecer no Salão Paroquial de Casa Forte, na quarta-feira (16/3), às 19h45, para efetivarem a inscrição e conhecerem todos os detalhes do curso de preparação para o Sacramento da Crisma.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Comissão promove curso de formação de catequistas

A Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, que tem como presidente o frei Evilásio Campelo de Medeiros, OFMCap, promove curso de formação de catequistas. O objetivo é formar discípulos e missionários para a ação evangelizadora da Igreja particular de Olinda e Recife, promovendo a capacitação e a qualificação de catequistas e agentes de pastoral.

O momento histórico em que se vive, com seus valores, desafios e rápidas mudanças, exige dos evangelizadores melhor preparo e atualização. Portanto, a formação bíblico-catequética é prioridade absoluta.

Se a catequese, numa Igreja em estado permanente de missão, é um processo permanente, a formação do catequista mais ainda, lhe exigirá o tempo necessário para assimilar e acompanhar o progresso das ciências humanas, teológicas e os novos métodos, enfim de ajudar os catequizandos a se aproximarem de Jesus.

A formação é voltada para catequistas, coordenadores e assessores de catequese, agentes de pastoral e líderes comunitários. O curso tem duração de um ano, com aulas aos sábados das 8h30 às 11h30, na Matriz do Santíssimo Sacramento, na praça Maciel Pinheiro, bairro da Boa Vista, centro do Recife.

O corpo docente é formado pelo frei Evilásio Campelo, Sandro Roberto, Maria José, Raul Camelo, irmã Flávia, Aerton Alexander e Eduardo. A matrícula e mensalidade custam R$ 10,00. Mais informações pelo telefone: 3326-0676, com o professor Raul Camelo.

Fonte: Assessoria de Comunicação AOR

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Padre Fábio de Melo e a Crisma de Casa Forte

Quem vê o padre Fábio de Melo atualmente não imagina que um dia ele foi um anônimo no meio das pessoas. Tive a oportunidade de conhecê-lo numa época em que a gente podia caminhar no Parque da Jaqueira, ir a Porto de Galinhas e tomar sorvete sem que ninguém percebesse. Neste tempo, e lá se vão mais de seis anos, ele vinha com mais frequência ao Recife-PE, especialmente para o Colégio Damas, onde o Espírito Santo o colocou em minha caminhada.


Estou relembrando esta história porque neste domingo (13/02) tive a oportunidade de reencontrá-lo e conversar um pouco com ele. Isso me fez voltar tempo e reviver o dia em que diante da Eucaristia ele foi canal da graça e virou o avesso do avesso a minha vida. Depois desse acontecimento, nunca mais fui o mesmo. Foi uma transformação imediata que até hoje repercuti em minha vida. Isso foi na minha preparação para a Crisma.

É por esse motivo que quero partilhar um pouco da minha vida. Neste ano, o Senhor me colocou diante de um novo desafio: a Crisma de Casa Forte. Desde o começo do ano que estou empenhado junto com toda a equipe para que possamos fazer um curso de preparação como nunca visto na história da paróquia. Estamos em oração para que Deus possa agir intensamente em todos os nossos encontros e no nosso retiro.



A Crisma foi fundamental na minha vida e rezo para que seja também na vida das pessoas que receberão este sacramento na Paróquia de Casa forte. Esperamos que o curso forme verdadeiras testemunhas de Cristo e cristão prontos para o serviço pastoral.

Obrigado ao padre Fábio de Melo por ter se tornado um “inútil” em minha vida, por ter me feito enxergar o quanto Deus é maravilhoso, por ter me mostrado que vale a pena sonhar e proclamar com orgulho que sou Católico Apostólico Romano.

Hildo Neto
Equipe da Crisma da Paróquia de Casa Forte

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Cartaz de inscrição da Crisma

Confira o cartaz de divulgação da inscrição da Crisma da Paróquia de Casa Forte. Ajude-nos a divulgar!


Faça AQUI a sua inscrição!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Arquidiocese de Olinda e Recife cria vicariatos episcocais

Quatro regiões episcopais, essa é a nova configuração da Arquidiocese de Olinda e Recife. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 8, na reunião mensal do clero. O arcebispo, dom Antônio Fernando Saburido criou os vicariatos Recife, Olinda, Cabo de Santo Agostinho e Vitória de Santo Antão. Cada área será coordenada por um padre. A iniciativa atende a recomendações do Código do Direito Canônico.

O objetivo dos vicariatos é descentralizar o atendimento da Cúria Arquidiocesana, em tudo que se refere aos bens espirituais e materiais dos fieis. Além disso, articular as pastorais e promover uma maior integração entre as paróquias e seus respectivos párocos. A ideia é um dos desejos de dom Fernando desde que assumiu a Igreja Particular de Olinda e Recife, em agosto de 2009.

“Com a criação dos vicariatos, os serviços burocráticos e administrativos serão realizados de forma mais rápida. Os padres e leigos terão um contato maior com os seus respectivos vigários episcopais facilitando também a missão evangelizadora do povo de Deus”, afirmou dom Fernando Saburido. E acrescentou: “Este é mais um serviço para o clero e para os fieis que fazem parte da Arquidiocese de Olinda e Recife”.

Vigários

Os administradores destes vicariatos são chamados vigários episcopais e foram nomeados por dom Fernando Saburido, ontem. Confira na tabela:


terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

A Crisma no Código de Direito Canônico

DO SACRAMENTO DA CONFIRMAÇÃO

Cân. 879 O sacramento da confirmação, que imprime caráter, e pelo qual os batizados, continuando o caminho da iniciação cristã, são enriquecidos com o dom do Espírito Santo e vinculados mais perfeitamente à Igreja, fortalece-os e mais estritamente os obriga a serem testemunhas de Cristo pela palavra e ação e a difundirem e defenderem a fé.

DOS CONFIRMANDOS

Cân. 889 § 1. É capaz de receber a confirmação todo o batizado ainda não confirmado, e somente ele.
§ 2. Exceto em perigo de morte, para alguém receber licitamente a confirmação, se requer, caso tenha uso da razão, que esteja convenientemente preparado, devidamente disposto, e que possa renovar as promessas do batismo.

Cân. 890 Os fiéis têm a obrigação de receber tempestivamente esse sacramento; os pais, os pastores de
almas, principalmente os párocos, cuidem que os fiéis sejam devidamente instruídos para o receberem e que se aproximem dele em tempo oportuno.

Cân. 891 O sacramento da confirmação seja conferido aos fiéis, mais ou menos na idade da discrição, a não ser que a Conferência dos Bispos tenha determinado outra idade, ou haja perigo de morte, ou, a juízo do ministro, uma causa grave aconselhe outra coisa.

DOS PADRINHOS

Cân. 892 Enquanto possível, assista ao confirmando um padrinho, a quem cabe cuidar que o confirmando se comporte como verdadeira testemunha de Cristo e cumpra com fidelidade as obrigações inerentes a esse sacramento.

Cân. 893 § 1. Para que alguém desempenhe o encargo de padrinho, é necessário que preencha as condições mencionadas no cân. 874.

§ 1. Para que alguém desempenhe o encargo de padrinho, é necessário que preencha as condições mencionadas no cân. 874.

Cân. 874 § 1. Para que alguém seja admitido para assumir o encargo de padrinho, é necessário que:

1° - seja designado pelo batizando, por seus pais ou por quem lhes faz as vezes, ou, na falta deles, pelo próprio pároco ou ministro, e tenha aptidão e intenção de cumprir esse encargo;

2° - Tenha completado dezesseis anos de idade, a não ser que outra idade tenha sido determinada pelo Bispo diocesano, ou pareça ao pároco ou ministro que se deva admitir uma exceção por justa causa;

3° - seja católico, confirmado, já tenha recebido o santíssimo sacramento da Eucaristia e leve uma vida de
acordo com a fé e o encargo que vai assumir;

4° - não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica legitimamente irrogada ou declarada;

5° - não seja pai ou mãe do batizando.

Fonte: Código de Direito Canônico

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Quem pode receber a Confirmação

§1306 Todo batizado ainda não confirmado pode e deve receber o sacramento da Confirmação. Pelo fato de o Batismo, a Confirmação e a Eucaristia formarem uma unidade, segue-se que "os fiéis têm a obrigação de receber tempestivamente esse sacramento", pois sem a Confirmação e a Eucaristia, o sacramento do Batismo é sem dúvida válido e eficaz, mas a iniciação cristã permanece inacabada.

§1307 1307 O costume latino há séculos indica "a idade da razão" como ponto de referência para receber a Confirmação. Todavia, em perigo de morte deve-se confirmar as crianças, mesmo que ainda não tenham atingido o uso da razão.

§1308 Se às vezes se fala da Confirmação como o "sacramento da maturidade cristã", nem por isso se deve confundir a idade adulta da fé com a idade adulta do crescimento natural, nem esquecer que a graça batismal é uma graça de eleição gratuita e imerecida que não precisa de uma "ratificação" para tornar-se efetiva. Santo Tomás recorda isto:

A idade do corpo não constitui um prejuízo para a alma. Assim, mesmo na infância, o homem pode receber a perfeição da idade espiritual da qual fala o livro da Sabedoria (4,8): "Velhice venerável não é longevidade, nem é medida pelo número de anos". Assim é que muitas crianças, graças à força do Espírito Santo que haviam recebido, lutaram corajosamente e até o sangue por Cristo.

§1309 A preparação para a Confirmação deve visar conduzir o cristão a uma união mais íntima com Cristo, a uma familiaridade mais intensa com o Espírito Santo, sua ação, seus dons e seus chamados, a fim de poder assumir melhor as responsabilidades apostólicas da vida cristã. Por isso, a catequese da Confirmação se empenhará em despertar o senso da pertença à Igreja de Jesus Cristo, tanto à Igreja universal como à comunidade paroquial. Esta última tem uma responsabilidade peculiar na preparação dos confirmandos.

§1310 Para receber a Confirmação é preciso estar em estado de graça. Convém recorrer ao sacramento da Penitência para ser o purificado em vista do dom do Espírito Santo Uma oração mais intensa deve preparar para receber com docilidade e disponibilidade a força e as graças do Espírito Santo

§1311 Para a Confirmação, como para o Batismo, convém que os candidatos procurem a ajuda espiritual de um padrinho ou de uma madrinha. Convém que seja o mesmo do Batismo, a fim de marcar bem a unidade dos dois sacramentos. 

Fonte: Catecismo da Igreja Católica

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Inscrição aberta para a Crisma 2011

Está aberta a inscrição para a Crisma 2011 da Paróquia de Casa Forte. Os encontros são semanais, todas as quartas-feiras, nas dependências do Salão Paroquial, no horário das 19h45 às 21h45. Os crismandos também participarão de um retiro.

Durante o período de preparação, serão abordados temas fundamentais para o aprofundamento da fé católica, voltados para o espírito missionários. Qualquer pessoa acima de 16 anos pode fazer a inscrição. O curso terá duração de oito meses, com início no dia 16 de março.

Clique AQUI para fazer a sua inscrição.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Big Brother: espetáculo “digno de lástima”, diz arcebispo

O que se oferece em um espetáculo com o Big Brother “é digno de lástima”, afirma o arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo.  Em um artigo intitulado “A celebridade é frágil”, divulgado à imprensa nesta sexta-feira, o arcebispo afirma que pode parecer “um despropósito a abordagem conjunta sobre celebridade e doença”.

“Particularmente quando se pensa na pessoa célebre como alguém com potência de força, seja física, esportiva, artística ou política - condição contrária à fragilidade do doente. No entanto, a condição humana pode hospedar, num tempo ou noutro, cedo ou tarde, força e fraqueza.” Dom Walmor recorda que “ninguém é poderoso sempre, possui tudo sempre, tem força física sempre. E mais, ninguém está imune ao sofrimento e à dor, seja na própria vida, na família ou nas instituições que frequenta”.

“Essa verdade, que constantemente deve ser considerada, devolve cada um à realidade da sua condição de ser humano. Pela força da sabedoria, demove do orgulho e da soberba, além de corrigir o coração e a inteligência de toda indiferença causadora da falta de solidariedade, que impede a igualdade e perpetua as discriminações.”

“A consideração da fraqueza que se hospeda no ser humano, seja no enfermo, no pobre, no outro que pode menos, tem sido ofuscada, ilusoriamente, pela apelação das disputas e apegos pelo poder”, afirma. “Não menos, e de modo imoral – prossegue o arcebispo –, seduzindo multidões e tirando, como caça-níqueis, o seu dinheiro, por meio de espetáculos questionáveis, como é o caso do Big Brother.”

“Na verdade, sob o apanágio do poder e dos momentos de celebridade, mesmo com a exposição do próprio corpo, da privacidade e dos desejos escondidos de ter e poder mais, o que se oferece em tal espetáculo é digno de lástima.” Dom Walmor considera que ali se assiste a um show que “mostra a fragilidade humana, a falta de valores e do sentido de dignidade e respeito”.

“Voltar o olhar para quem precisa, especialmente, o doente contracenando com a condição de celebridade, é um exercício educativo, oportuno na vida de qualquer um”. “Seja para os jovens de modo a não viverem na ilusão e chegarem despreparados ao lugar e à condição que todos chegam, ou os adultos, no auge da ascensão e conquistas, para que o orgulho e a soberba não os derrubem, com celeridade inusitada, dos postos e funções de um momento glorioso e passageiro.”

Nesta semana que antecede o Dia Mundial do Doente, Dom Walmor convida a visitar os enfermos no hospital, em casa, nos asilos, casas de repouso ou nas clínicas e abrigos. “Que crianças, jovens, adultos e velhos, com reverência traduzida em gestos de solidariedade, ofertas e presença consoladora, sejam um apelo para que haja mais investimentos em saúde, com boas estruturas médicas para todos, em especial os mais pobres e sofredores.”

“Vale lembrar as palavras de Cristo para o juízo final, ao falar da garantia para a participação no Reino de Deus: ‘Estive doente e me visitastes’”, afirma o arcebispo.

Fonte: Zenit

Missa homenageia os 102 anos de dom Helder Câmara

O ‘Dom da Paz’ completaria 102 anos na próxima segunda-feira, 7 de fevereiro, e a data não pode ser esquecida. Os conselheiros, diretores e associados do Instituto Dom Helder Camara (Idehc) e os amigos prestam uma homenagem a dom Helder na missa celebrada no domingo, 6, às 11h, na Igreja Nossa Senhora das Fronteiras, bairro da Boa Vista, no Recife.

Missa pelos 102 anos de dom Helder CamaraLocal: Igreja Nossa Senhora das Fronteiras
Rua das Fronteiras, s/n Boa Vista
Dia: 06 de fevereiro
Horário: 11h

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O Sacramento da Crisma

Conheça mais sobre o sacramento da Crisma assistindo ao vídeo abaixo com a explicação do professor Felipe Aquino.

Seja bem-vindo

Muito obrigado por acessar o nosso blog. Aqui será o nosso canal de comunicação com os crismandos e todos os paroquianos de Casa Forte.

Nós já estamos no Twitter (@crismacasaforte) e no Facebook (Crisma Casa Forte)

Deus Abençoe!